Com emoção, Santos vence o Palmeiras por 1 a 0

Digna de uma final de Copa do Brasil, a partida entre Santos e Palmeiras, nesta quarta-feira (25), na Vila Belmiro, começou eletrizante. Nos primeiros minutos, do lado do time da casa, pênalti perdido por Gabriel. Logo na sequência, o Alviverde perdeu um de seus principais jogadores, Gabriel Jesus, que deixou o campo chorando após machucar o ombro esquerdo. Superior durante os 90 minutos do primeiro jogo desta decisão, o Santos garantiu um resultado positivo: vitória por 1 a 0.

A grande final da competição será na próxima quarta-feira (2), às 22h, no Allianz Parque. O Santos joga com a vantagem do empate para ser campeão. O Palmeiras precisa vencer por dois gols de diferença e, se devolver o placar ao time santista, a decisão irá para os pênaltis.
O jogo
Disputando uma final histórica na Copa do Brasil – a primeira entre times paulistas –, Santos e Palmeiras testaram os corações dos torcedores desde o início da partida. Aos quatro minutos de jogo, Arouca puxou Ricardo Oliveira dentro da área e o árbitro marcou o pênalti. Gabriel foi para a cobrança e mandou um chute forte no canto esquerdo de Fernando Prass, mas a bola explodiu na trave. Era a chance do Santos abrir o placar. Na sequência, Gabriel Jesus foi cortado pela zaga santista e caiu de mau jeito por cima do ombro esquerdo. Com muitas dores, o atacante do Palmeiras deixou o campo chorando e deu lugar a Kelvin.
Com a baixa de um de seus principais jogadores, o Palmeiras viu o Santos dominar o jogo e criar as melhores chances de gol. Em uma delas, Zeca fez ótima jogada pela esquerda, se livrou do marcador e chutou forte para boa defesa de Prass. Em outra boa oportunidade santista, Lucas Lima escapou da marcação e deixou a sobra para Gabriel, que quase se redimiu pelo pênalti perdido chutando a bola por cima do gol palmeirense. Perto do fim do primeiro tempo, Victor Ferraz cruzou na pequena área e Ricardo Oliveira obrigou Fernando Prass a fazer um milagre para evitar o gol do Santos.
Os times voltaram para o segundo tempo debaixo de chuva, o que não fez o jogo esfriar. Aos dois minutos, Lucas Lima deu ótimo passe para Gabriel, que dominou, virou e bateu. Fernando Prass, principal destaque do Palmeiras na partida, saiu e fez boa defesa. Apesar de muita movimentação, os times não criaram muito e, as poucas finalizações, não tiveram sucesso.
Em dívida com a torcida após o pênalti perdido, Gabriel se redimiu aos 33 minutos. O atacante recebeu de Ricardo Oliveira na ponta da área, cortou o volante Amaral e ficou na cara do goleiro Fernando Prass. Com categoria, o camisa 10 chutou no canto esquerdo do gol e garantiu a vitória do Santos por 1 a 0..
25/11/2015 às 23:52 | Assessoria CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"