Pular para o conteúdo principal

Cianorte FC acerta permanência de Cris Goiano

Cianorte FC acerta permanência de Cris Goiano
O Cianorte FC acertou a permanência do volante Cristofer Goiano para a temporada 2016. O jogador, de 23 anos, foi o capitão do Leão do Vale na disputa da Taça FPF desse ano e agradou a direção. 

 - Primeiramente quero dizer que estou muito feliz em poder voltar ao Cianorte. Aceitei voltar justamente por conhecer o clube e pelo projeto ambicioso que nós temos. O clube quer chegar a lugares grandes e eu me coloco neste projeto também, porque tenho planos em longo prazo. Recebi algumas propostas, mas não quis conversar até me resolver com o Cianorte. Estou voltando feliz e acreditando cem por cento nos nossos objetivos. – afirmou o jogador. 

Além do time cianortense, “Cris” já defendeu as cores do Juventude-RS, Grêmio-RS, Fluminense-RJ, Operário-PR e São José-RS. 

Nomes já confirmados pela diretoria: Goleiro: João Gabriel; Zagueiros: Formiga e Maurício, Laterais: Ganzer (E) e Jamesson (D); Atacantes: Eder Paulista, Pelézinho, Zé Roberto e Guilherme. O técnico Paulo Turra chega à Capital do Vestuário nesta terça-feira (24) e se junta ao gerente Adir Kist na intensificação da montagem do elenco para 2016.
Fonte: 
Martins Neto/Assessoria de imprensa

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.