ZH

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

/

ESPORTE PARA TODOS!

OUÇA - A VIDA DE WILSON SILVA

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Martins Neto : Futsal feminino de Cianorte massacra Curitiba na abertura dos JUP’s

Meu colega de imprensa esportiva Martins Neto prestigiou e repercutiu a vitória do futsal feminino cianortense por 17x0 sobre a equipe da PUC/Curitiba -
Começou na última sexta-feira (22), em Ponta Grossa, a 56ª edição dos Jogos Universitários do Paraná. A competição, que se estende até o dia 28 de julho, reúne cerca de 1.200 atletas em diversas modalidades. O futsal feminino de Cianorte estreou neste domingo e confirmou o favoritismo. Representando a Unipar, o time cianortense venceu a PUC/Curitiba pelo placar de 17 a 0. 

Atual campeã, a Unipar/Cianorte quer o tetracampeonato dos JUP’s. Campeonato Estadual: Atual líder do Grupo A do Campeonato Paranaense de Futsal Feminino, o C.A.F.E. Futsal volta à quadra pela competição somente no mês de agosto. O adversário será o Maringá/Seleto, fora de casa, pela 8ª rodada da competição. A data será definida pela FPFS.
PUBLICADO NO LINK -
(link encurtado) http://migre.me/urzJd


Após segunda rodada, Operário é o líder da Taça FPF

Neste domingo, 24, aconteceu a segunda rodada da Taça FPF Sub-23, com a 
bola rolando para três partidas. Em Ponta Grossa, o Operário venceu o 
Foz do Iguaçu, por 3 a 1, chegou aos seis pontos e assumiu a liderança da competição. 
 
Em Cornélio Procópio, Apucarana Sports e Grêmio Maringá empataram em 1 a 1, 
mesmo resultado de Portuguesa Londrinense e Andraus, que aconteceu em Londrina. 
 
Na próxima rodada, no domingo, 31, o Grêmio Maringá recebe o líder Operário, 
Andraus e Paranavaí se enfrentam em Campo Largo e o Foz do Iguaçu recebe o
 Apucarana Sports.
Fonte: Assessoria de Imprensa
Resultado de imagem para federação paranaense de futebol

Botafogo perde para a Chapecoense e volta à zona de rebaixamento

A Chapecoense mostrou força em casa ao vencer por 2 a 1 o Botafogo, neste domingo, na Arena Condá. Com o resultado, os alvinegros permaneceram com 17 pontos e voltaram para a zona de rebaixamento. Os catarinenses chegaram a 22 e seguem no meio da classificação do Campeonato Brasileiro. O Botafogo foi melhor durante os 90 minutos, mas não aproveitou as chances criadas. 

A Chapecoense abriu o placar no primeiro tempo, com belo gol de Hyoran. Já na etapa final, os cariocas chegaram ao empate, com Camilo, mas viram os donos da casa chegarem a vitória em seguida, com Lucas Gomes. Na próxima rodada, o Botafogo vai receber o líder Palmeiras, na segunda-feira, no estádio Luso-Brasileiro. Já a Chapecoense viaja até a capital paulista para enfrentar o São Paulo, no domingo. 

  O jogo – 

O Botafogo iniciou a partida já dando susto na Chapecoense. Aos três minutos, após saída de bola errada de Marcelo Boeck, Canales não aproveitou e finalizou por cima do travessão. No entanto, o lance foi o único de perigo nos primeiros minutos. Após um período de equilíbrio na partida, o Botafogo chegou novamente aos 21 minutos, em chute de Salgueiro e foi alto. Só que na primeira oportunidade, a Chapecoense abriu o placar, três minutos depois. Hyoran fez boa jogada individual e chutou no canto direito de Sidão. 

 O revés foi sentido pelos alvinegros, que só conseguiram pressionar nos minutos finais. Aos 41 minutos, após bola levantada na área, o volante Bruno Silva tentou de bicicleta, mas colocou por cima do travessão. 

Assim, os donos da casa foram para o intervalo com a vantagem no placar. No segundo tempo, o Botafogo começou melhor e quase empatou aos seis minutos. Neilton fez boa jogada e finalizou no canto, mas viu Marcelo Boeck fazer a defesa. Só que assim como na etapa inicial, não criou mais nenhuma jogada. O panorama da partida permaneceu o mesmo. O Botafogo tinha mas posse de bola e buscava com mais intensidade o ataque, mas pecava no último passe. A Chapecoense se limitava a marcar e só avançava nos contra-ataques, sem qualquer sucesso.
Gazeta PressResultado de imagem para yahoo esportes

Rio de Janeiro corre para oferecer condições aos atletas; soldados chegam para Olimpíadas

Por Paulo Prada

 
RIO DE JANEIRO (Reuters) - Dezenas de milhares de tropas armadas se espalhavam pelo Rio de Janeiro e organizadores enfrentavam uma rebelião pela Austrália sobre hospedagens inacabadas enquanto atletas chegavam para os primeiros Jogos Olímpicos realizados na América do Sul na história. A equipe olímpica da Austrália, queixando-se que suas estadias na Vila Olímpica são inabitáveis, recusou-se a dar entrada. 
A chefe da delegação do país, Kitty Chiller, reclamou de "toaletes entupidos, vazamentos em encanamentos e fiação exposta". Na reta final de preparação para a Olimpíada, que começa no dia 5 de agosto, mais de 60 mil homens do Exército assumiram posições na cidade, como parte do contingente total de mais de 85 mil soldados, policiais e outros agentes de segurança que serão empregados no evento em tempos de medo e temor após os massacres em Alemanha, França e Estados Unidos. 

 Enquanto isso, as autoridades redirecionaram o tráfego na Barra da Tijuca, local de muitas modalidades e da Vila Olímpica, que abrigará mais de 11 mil atletas, treinadores e profissionais de apoio. Os organizadores ainda estão correndo para terminar detalhes, desde o local do vôlei de praia até uma nova linha de metrô, programada para ser inaugurada a apenas alguns dias da cerimônia de abertura. 

Na Vila Olímpica, que começou oficialmente a receber moradores neste domingo, equipes de manutenção ainda faziam reparos de última hora. As reclamações australianas encontram respaldo em algumas reportagens da mídia local dizendo que algumas delegações, preocupadas com questões semelhantes, procuraram contratar suas próprias equipes de manutenção para deixar o alojamento adequado para os atletas. 

 Fontes da Reuters haviam revelado na sexta-feira problemas nas conexões de energia da Vila dos Atletas e do Parque Olímpico e alertaram que as interligações serão finalizadas em cima da hora e com "emoção", gerando risco para o fornecimento de luz. 

 Na semana passada, houve falta de luz na Vila dos Atletas, casos de furto de objetos e acumulo de lixo no local.
Reuters Brasil

domingo, 24 de julho de 2016

Santos vence Vitória no Barradão

Após o 0 a 0 com o Gama, na última quarta-feira (20), pela Copa do Brasil, o Santos voltou a campo neste domingo (24), contra o Vitória, em Salvador. O Peixe queria apagar a má impressão deixada no duelo passado, o primeiro sem Zeca, Thiago Maia e Gabriel, convocados para a seleção olímpica.
 Com as voltas de Renato e Ricardo Oliveira, o time queria provar e provou que consegue se virar sem o trio. Não foi fácil , o Santos sofreu, mas conseguiu bater o Vitória por 3 a 2 no Barradão, neste domingo (24), em jogo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 O duelo caminhava para o empate, até que, aos 36 minutos da segunda etapa, o recém-contratado Jean Mota, que havia acabado de entrar, colocou o Peixe na frente do placar novamente.
Resultado de imagem para tribuna da bahia logo

... é possível ...Douglas com a 10 da Seleção brasileira!

Toda Unanimidade é Burra, vejamos  , a Seleção brasileira de futebol já teve no elenco o Jadson e outros jogadores "duvidosos" e ninguém se pronunciou contra. Minha tese que se repete a cada domingo se comprova possível e pertinente.



 O Douglas do Grêmio FBPA  é na minha opinião um ótimo jogador , ofensivo , inteligente pois , faz o time jogar de acordo com o rítimo que ele imõe aos companheiros , tem raça e não desiste nunca - atributos que me faz pensar que o atleta que me refiro merece a camisa da Seleção Brasuca ... quem sabe a 10 que um dia foi de Pelé , Zico e do ... Jadson.

VIDEOS : Na Arena, Grêmio quebra tabu diante do São Paulo

VIDEO 1:
Quatro jogos movimentaram a tarde da 16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, o Grêmio venceu o São Paulo por 1 a 0 e agora está a dois pontos do líder Palmeiras. Na Arena da Baixada, o Atlético-PR derrotou o Fluminense pelo mesmo placar e entrou no G-4. Também jogando em casa, a Chapecoense bateu o Botafogo por 2 a 1 e empurrou o time carioca para a zona de rebaixamento. No duelo dos desesperados, no Mineirão, o Sport levou a melhor sobre o Cruzeiro e deixou a degola.
VIDEO 2:

Na Arena Grêmio, o time da casa quebrou um tabu diante do São Paulo. Desde a inauguração do novo estádio, o Tricolor Gaúcho enfrentou a equipe paulista em três oportunidades, mas sem conseguir o resultado positivo. Neste domingo, o Grêmio dominou a partida desde o primeiro tempo e conseguiu o gol aos sete minutos da etapa complementar. Bolaños passou para Maicon, que chutou para o gol. Denis espalmou para o meio, e Douglas apareceu livre para marcar: 1 a 0

O time gaúcho permaneceu se impondo e dificultando a vida do São Paulo, que não conseguiu evitar a derrota. Com o resultado, o Grêmio ficou a dois pontos do líder Palmeiras e ocupa o terceiro lugar. O Tricolor Paulista, com 22, ocupa a nona posição.
Na Arena da Baixada, o Atlético-PR entrou no G-4 ao vencer o Fluminense por 1 a 0. O gol da partida foi marcado por Hernani, aos 33 minutos do primeiro tempo. Walter tentou o domínio na área e a bola sobrou para o meia, que soltou uma bomba. O Furacão seguiu levando muito perigo nos contra-ataques, enquanto o Flu pouco prendia a bola no ataque. Melhor na partida, o time da casa administrou o resultado até o apito final e, com 27 pontos, subiu para o quarto lugar na tabela de classificação. O Fluminense, com 21, caiu para a 12ª posição.
Com gols de Hyoran e Lucas Gomes, a Chapecoense venceu o Botafogo por 2 a 1, na Arena Condá. Com o resultado, a Chape subiu para o décimo lugar, com 22 pontos, enquanto o Alvinegro entrou novamente na zona de rebaixamento, na 17ª posição, com 17 pontos. Em um jogo muito equilibrado e com muita marcação para os dois lados, venceu o time mais objetivo. 

Mesmo com mais posse de bola e criando mais chances de gol, o Botafogo não aproveitou as oportunidades. Objetiva, a Chapecoense não desperdiçou sua melhor chance. Aos 24 minutos do primeiro tempo, Cleber Santana deu bom passe para Hyoran, que se livrou da marcação, ajeitou o corpo e chutou no canto para abrir o placar. Nos minutos finais do jogo, o Botafogo conseguiu o empate com Camilo, de falta. Dois minutos depois, a Chape voltou a ficar na frente com Lucas Gomes, que roubou a bola na frente, avançou e, de cavadinha, marcou um belo gol.
No Mineirão, Cruzeiro e Sport fizeram o duelo dos desesperados, e o Leão levou a melhor, saindo da zona de rebaixamento. Aos 37 minutos do primeiro tempo, Rogério recebeu de Diego Souza e marcou o primeiro gol do Sport. Aos seis da etapa complementar, o meia marcou o segundo. Everton Luiz fez ótima jogada pelo meio e tocou para Rogério, que bateu de primeira e ampliou: 2 a 0. Aos 46, Willian descontou para a Raposa, de peixinho. Agora com 18 pontos, o Sport subiu para o 14º lugar e deixou a degola. Com 15, o Cruzeiro desceu para a 19ª posição.

REDAÇÃO - CBF

Palmeiras 0 x 1 Atlético-MG. Donizete anota o único gol do jogo, e Verdão perde chance de disparar na liderança


O Atlético-MG venceu o Palmeiras por 1 a 0 em partida na manhã deste domingo, pela 16ª rodada do Brasileirão, mas quem comemorou junto foram as outras equipes que tentam alcançar o Verdão na liderança do torneio. O Galo conquistou um ótimo resultado e pulou momentaneamente para a sexta colocação, mas o Palmeiras, que perdeu a primeira em casa neste torneio, parou nos 32 pontos na liderança (dois a mais que o Corinthians – segundo colocado) e deu a chance de os adversários não perderem o Verdão de vista na tabela de classificação. 

O jogo foi bastante truncado, e as defesas foram as que se sobressaíram no duelo, tanto que foram poucas as chances dos dois lados. O Palmeiras também acabou sentindo a ausência de Gabriel Jesus, que está junto à seleção brasileira com o companheiro Fernando Prass. Num jogo muito estudado, o único gol, de Leandro Donizete, saiu após uma excelente troca de passes que acabou envolvendo a defesa palmeirense e acabou com o atacante na cara do gol, que não perdoou e balançou as redes .

Leia mais em Guia do Boleiro - http://www.guiadoboleiro.com.br/noticia/2016/07/24/palmeiras-0-x-1-atletico-mg-gol-leandro-donizete-brasileirao-melhores-momentos-5561.html

F1 : Hamilton vence GP da Hungria, passa Rosberg e lidera temporada pela 1ª vez

Mercedes driver Lewis Hamilton of Britain jumps off his car to celebrate after winning the Hungarian Formula One Grand Prix at the Hungaroring racetrack near Budapest, Hungary, Sunday, July 24, 2016.(AP Photo/Luca Bruno)
Enquanto a briga pela vitória em Budapeste ficou restrita aos pilotos da Mercedes, a luta pelo pódio teve um duelo RBR x Ferrari. Daniel Ricciardo conteve a aproximação do ex-companheiro Sebastian Vettel nas voltas finais e garantiu o terceiro lugar. Já a disputa pela quinta colocação entre Max Verstappen e Kimi Raikkonen saiu faísca. Melhor para o prodígio holandês, que segurou o "Homem de Gelo". 

O finlandês, no entanto, pode sair satisfeito com uma boa corrida de recuperação, após ter largado em 14º. Fernando Alonso (McLaren), Carlos Sainz (STR), Valtteri Bottas (Williams) e Nico Hulkenberg (Force India) completaram a zona de pontuação. Já os representantes brasileiros não têm motivos para ficarem felizes. Felipe Nasr foi o melhor deles. 

Com a limitada Sauber, o jovem brasiliense foi o 17º, após largar em 16º. Já Felipe Massa, depois da batida no treino classificatório, partiu em 18º e terminou na mesma posição. 

O veterano da Williams chegou a tentar uma estratégia de apenas um pit stop, mas não conseguiu se aproximar do top 10 e ainda precisou fazer uma segunda parada no fim.
Resultado de imagem para GLOBO ESPORTE.COM

Gabigol provoca Prass em treino da Seleção e ganha resposta

A rivalidade acirrada nos últimos tempos entre Santos e Palmeiras também está presente na Seleção Brasileira e ficou clara no treinamento deste sábado, na Granja Comary, em Teresópolis. Ídolos das duas equipes, o atacante Gabigol e o goleiro Fernando Prass trocaram provocações e lembraram jogos recentes entre as equipes. 
 Após atividade tática, o camisa 10 do Peixe convidou o também palmeirense Gabriel Jesus para uma disputa de pênaltis. Minutos depois, Fernando Prass também se aproximou e entrou no desafio. Foi então que surgiram as provocações. Depois de fazer um gol em Prass, Gabigol disparou. "Sempre faço no Palmeiras, sempre!"
Resultado de imagem para terra esporte